CRF-SP: “Farmácia não é supermercado”

Salgadinhos, bebidas alcoólicas, pilhas, brinquedos e até picanha são alguns dos produtos encontrados em farmácias e drogarias do Estado de São Paulo. O CRF-SP tem trabalhado ativamente na orientação dos farmacêuticos sobre essa prática, que se opõe ao verdadeiro papel desses estabelecimentos.

“Estar à disposição da população para qualquer tipo de acompanhamento, prestação de serviços de saúde, dispensação de medicamentos e avaliação da prescrição é, entre muitos outros, um dever do farmacêutico, e o CRF-SP não mede esforços para que essas atividades estejam presentes no dia a dia de cada profissional.

Como uma das ações para evitar o comércio de produtos não relacionados à saúde, o CRF-SP lança, nesta sexta (7), o Manual de Orientação sobre Produtos Não Relacionados à Saúde – Alheios. Mais de 60 itens que não contribuem para que a farmácia ou drogaria seja um estabelecimento de promoção e recuperação da saúde, estão especificados na lista.

A publicação é voltada aos cerca de 30 mil farmacêuticos do Estado e tem como um dos objetivos principais a prevenção de interações medicamentosas, ou seja, busca evitar que as pessoas, ao se deparar com um medicamento ao lado de uma bebida alcoólica, tenham a falsa idéia de que não há perigo na ingestão simultânea dessas substâncias. Além disso, o armazenamento dos medicamentos próximo a itens como produtos de limpeza, solventes e agrotóxicos, pode ocasionar a contaminação ou adulteração dos fármacos.

Para o CRF-SP, a venda de produtos com objetivo unicamente comercial além de ser uma infração sanitária, fere os princípios éticos da profissão e não corrobora com a imagem da farmácia como um estabelecimento de promoção e recuperação da saúde. Por essa razão, a adoção dessa prática impede a concessão do Selo de Assistência Farmacêutica, que atesta a presença do farmacêutico e as boas práticas da dispensação de medicamentos.

A população deve ficar atenta a esse comércio e caso constate as irregularidades entre em contato com o Departamento de Fiscalização do CRF-SP pelo email  denuncia@crfsp.org.br

Para mais informações, entre em contato com o CRF-SP pelos telefones (11) 3067-1494/ 3067-1498/3083-2592



Deixe uma resposta