Emprego em indústrias farmacêuticas vai crescer neste ano, afirma o Sindusfarma

Da Redação
O número de funcionários contratados pela indústria farmacêutica brasileira deve crescer cerca de 6% neste ano na comparação com 2012, de acordo com estimativa do Sindusfarma, sindicato que representa o segmento. “No Estado de São Paulo, o aumento vai ficar abaixo dessa média nacional por causa da questão tributária que o setor enfrenta”, diz Nelson Mussolini, presidente-executivo da entidade.

“Há crescimento de empregos muito mais forte em outros Estados, como Goiás, Minas Gerais e Paraná, justamente pela política tributária mais favorável que há nessas localidades”, afirma. No ano passado, o número de empregados do setor farmacêutico no país cresceu 4,5% em relação a 2011 e chegou a 79 mil pessoas.

Em São Paulo, a evolução de 2011 para 2012 ficou um pouco abaixo, em 4%. No Estado, no entanto, a variação positiva representou apenas uma recuperação, pois o total de contratados pelo segmento voltou ao mesmo patamar de 2008: cerca de 43,6 mil funcionários.

“Em São Paulo, os novos postos de trabalho que surgiram não são da parte industrial das empresas”, diz Mussolini. “São contratações de áreas administrativas e de vendas dos laboratórios”, afirma o executivo. O setor farmacêutico tem aproximadamente 500 empresas no país, das quais quase 200 localizadas no Estado de São Paulo.

Fonte: Folha de S. Paulo



Deixe uma resposta