Evento Latam da Close Up possibilita debate sobre mercado farma na América Latina

evento
Evento da Close Up contou com debates sobre  oportunidades das associações de farmácias e sua relação com distribuidoras e indústrias na America Latina

Publicado em 18/11/2016

A Febrafar foi sede, nos últimos dias 15 e 16 de novembro, do evento Latam de Debate do Mercado das Farmácias. Na ocasião, representantes de associações de farmácias do Brasil, Argentina e Uruguai estiveram reunidos, debatendo sobre os modelos de negócios desenvolvidos nos seus países e as iniciativas que podem ser compartilhadas para o crescimento desses mercados.

Segundo Paulo Paiva, diretor da América Latina da Close Up, a ideia do evento vem da necessidade de fortalecimento desse mercado. “Entendemos que é muito importante um relacionamento maior e melhor entre as associações de farmácias dos países participantes do evento e a troca de experiência é muito positiva. Daí a utilização da Febrafar como exemplo para os participantes, sendo ela uma referência na qualidade de trabalho, destacando-se em um mercado de alta concorrência e renda”.

O diretor corporativo da Close Up, Jorge Guzman, compartilha da opinião sobre a relevância do evento. “É preciso entender que a competição existe, mas mesmo assim se mostra necessária a união das farmácias para se fortalecerem e se prepararem, pois o mercado latino-americano tem projeções de grande crescimento para o próximo ano”.

Destaque Febrafar

Diante do público internacional, foi grande o destaque que os modelos adotados pelo Brasil obtiveram. Pensando nisso, ocorreu uma discussão de temas relacionados ao modelo de sucesso implementado pela Febrafar no Brasil – que tem a distribuição e a indústria muito próximas do varejo –, se aprofundando em como se chegou a esse modelo e suas vantagens e oportunidades.

“É interessante e enriquecedor observar formas de pensar distintas dentro de um mesmo setor. Um destaque é a ação da Febrafar, que mostra um modo de associativismo diferente realizado entre as redes”, conta o presidente da Federación Argentina de Cámaras de Farmacias (FACAF), Miguel Lombardo.

A impressão positiva é compartilhada por Héctor González, diretor geral da Farmacenter do Paraguai. “É muito interessante observar que possuímos problemas em comuns e saber que há alternativas diferentes para sair deles. Tenho, assim, que ressaltar essa iniciativa da Close Up”.

Visão ampla proporcionada pela Close Up

O evento foi primordial e muito rico em conteúdo para o entendimento do mercado de farmácias. Para tanto, teve início com as apresentações dos números da Close Up da América Latina.

Também ocorreu as seguintes apresentações:

  • Números do Ministério da Saúde do Brasil e do Programa Farmácia Popular;
  • Discussão sobre a importância do distribuidor para o associativismo, com dados da Abradilan;
  • Dados sobre o mercado argentino apresentado pela Federación Argentina de Cámaras de Farmacias;
  • A importância do aporte às farmácias, oferecido pela ABCFArma;
  • Febrafar e seu modelo inovador;
  • Apresentação da Farmacenter do Paraguai;
  • O modelo da Farmarcas e da Ultra Popular como alternativa.

Houve ainda os workshops sobre forças e oportunidades das associações de farmácias e sua relação com distribuidoras e indústrias que contribuem para a performance das farmácias e do mercado, além de desafios e possibilidades deste seguimento.

Com informação da assessoria de comunicação Febrafar

 



Deixe uma resposta