Farmarcas cresce 48,6% no último ano com modelo inovador

Durante o último Encontro de Associados Farmarcas 2017, ocorrido entre 10 e 11 de agosto, em São Paulo, o grande destaque para os participantes foi a apresentação da QuintilesIMS, com os resultados do último ano das lojas das redes administradas pelas Farmarcas.

No período de um ano, findado em junho de 2017, o faturamento da rede cresceu 48,6%, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Com isso, o valor saltou de R$ 800 milhões para, aproximadamente, R$1,2 bilhões.

O dado impressiona ainda mais se considerar que, no mesmo período, o mercado farmacêutico cresceu apenas 13%. Segundo o diretor operacional da Farmarcas, Ângelo Vieira, existem alguns fatores que explicam os resultados.

“Como mostra o estudo da QuintilesIMS, aceleradores do crescimento da Farmarcas foram o aumento no volume de vendas das farmácias e o aumento no número de lojas. Na composição do aumento de faturamento, 17,5% é representado por volume de vendas, 20,6% é representado por novas lojas e 10,5% por aumento do preço médio do mix de produtos”, explica Vieira.

Análise dos dados

O modelo desenvolvido, priorizando preços acessíveis, fez com que a Farmarcas se destacasse com um crescimento intenso nas vendas, principalmente em relação ao volume, perante todo o mercado no período farmacêutico. O mercado cresceu nesse ponto 1,2%, frente os 17,5% da Farmarcas no período.

Outro ponto destacado foi o aumento no número de lojas, uma vez que, em 2016, a administradora de redes era responsável por cerca de 500 unidades e, neste ano, o estudo da QuintilesIMS considerou 639, mas o número já é maior.

“Os números demonstram que estamos no rumo certo, mas ainda temos um longo caminho para percorrer, pois estamos em constante transformação, aprimorando nossos principais diferenciais, como é o caso de ferramentas de gestão e da padronização nos layouts e atendimentos de todas as lojas”, explica Vieira.

Outro diferencial é o trabalho desenvolvido pelos chamados “anjos”, um grupo de profissionais responsáveis pela gestão do relacionamento entre a Farmarcas e as farmácias. Eles possuem um painel de lojas e, a partir das ordens de serviço registradas no sistema de controle do cadastro de associados, monitoram e acompanham para que todas as demandas sejam resolvidas com rapidez e eficiência.

Eles também são responsáveis por orientar as lojas quanto ao correto preenchimento das ferramentas disponibilizadas, como correções e ajustes nos relatórios de lucratividade, e também na divulgação das inúmeras campanhas promocionais desenvolvidas pela equipe comercial.