Febrafar fala sobre genéricos no Jornal da Band

A Febrafar foi destaque no Jornal da Band, representada pelo seu presidente Edison Tamascia, falando sobre o aumento das vendas de genéricos no país. A reportagem foi exibida no dia 30 de janeiro: Veja na íntegra.

O foco da matéria foi o fato de que a venda desses remédios cresceu em 2017 mais do que o dobro do índice registrado pelo setor farmacêutico. Além do preço mais baixo, a confiança do consumidor ajuda a explicar o aumento da procura pelos medicamentos sem marca.

Veja outras reportagens sobre o tema
Entenda esses medicamentos
Pesquisa aponta crescimento da confiança

Aumento esperado

Segundo o presidente da Febrafar esse crescimento já era esperado. Tendo como base pesquisas realizadas pelo IFEPEC, que apresentam números de que as pessoas já observam os genéricos como uma ótima alternativa.

Segundo dados da PróGenéricos, com base nos indicadores do IQVIA ,  a indústria de genéricos fechou 2017 com crescimento de  11,78% no volume de unidades vendidas, na comparação com 2016.

No ano, foram comercializadas 1,2 bilhão de unidades contra 1,1 bilhão no ano anterior. Os genéricos encerraram o ano com 32,46% de participação de mercado em unidades contra 30,70% verificados em 2016.

Com o resultado, em volume os genéricos cresceram 6 pontos percentuais acima do mercado farmacêutico total, que registrou expansão de 5,73% no ano passado. Registrando R$ 7,5 bilhões em vendas, já considerados os descontos concedidos ao varejo, o que representou um crescimento de15,82%, no comparativo com o ano anterior.

Fator importante para esse crescimento é que os produtos custam menos que os medicamentos de referência.

Segundo a PróGenéricos, desde que chegaram ao mercado em 1999, os genéricos já proporcionaram aos brasileiros uma economia de mais de R$ 106 bilhões em gastos com medicamentos. O valor considera apenas o valor 35% menor previsto em lei para os genéricos.