Melhores fornecedores da indústria farmacêutica recebem prêmio Sindusfarma de qualidade, em São Paulo

Da Redação

Os melhores fornecedores da indústria farmacêutica em 27 categorias receberam o Prêmio Sindusfarma de Qualidade 2013 na noite de 13 de maio, em cerimônia que reuniu aproximadamente 1.500 pessoas na casa de espetáculos HSBC Brasil, em São Paulo.

Na categoria especial Indústria Farmacêutica, a EMS foi premiada como o laboratório que se sobressaiu no processo de qualificação de seus fornecedores. “Para nós é muito importante este prêmio, pois valorizamos e prezamos pela qualidade dos serviços. E ter este reconhecimento dos fornecedores é muito gratificante. Quero agradecer em nome do grupo EMS a participação dos nossos colaboradores, que sem eles não estaríamos hoje aqui recebendo este Prêmio”, disse Sérgio Alves Pereira, diretor adjunto de suprimentos da EMS, vencedora na categoria especial Indústria Farmacêutica do Ano.

“A importância desse prêmio é o reconhecimento dos nossos clientes pelo empenho de toda equipe e o trabalho de toda empresa pelo foco no cliente e no desenvolvimento deste mercado, tão promissor quanto o nosso”, disse Luciana Paganini, gerente de desenvolvimento de mercado da Colorcon, vencedora na categoria Fornecedores de Insumos Farmacêuticos.

“Para nós é uma emoção muito grande ganhar um prêmio da indústria farmacêutica; isso mostra que estamos no caminho certo como prestadores de serviços”, disse Luis Rehder diretor de operações da DHL, vencedora na categoria Armazenagem e Distribuição de Medicamentos.

“Este prêmio reconhece o trabalho desenvolvido pela BD durante esses anos e a qualidade do nosso serviço para a indústria farmacêutica. É muito gratificante e agradecemos todas empresas que votaram na gente”, disse Augusto Geralde, responsável pela área de negócios farmacêuticos da BD, empresa vencedora na categoria Ampola e Frascos de Vidro (Tipo I), Seringas pré-enchidas e Bolsas para parenterais.

O vice-presidente de Assuntos Regulatórios e Programas Sociais e Educacionais do Sindusfarma, Dr. Lauro Moretto, destacou a importância do Prêmio para a indústria farmacêutica. “No decorrer desses 17 anos de Prêmio, a indústria farmacêutica teve um ganho sensacional. As empresas aprenderam a qualificar seus fornecedores, e os fornecedores entenderam a demanda e o nível de qualidade que precisavam ter para atender a demanda das indústrias. A evolução foi muito acima das nossas expectativas e a indústria ganhou muito com todo esse processo”, disse Dr. Moretto.

EXCELÊNCIA

Conferido desde 1997, o Prêmio Sindusfarma de Qualidade reconhece a atuação dos fornecedores e prestadores de serviço da indústria farmacêutica que mais se destacaram no ano anterior, tendo em vista a elevação constante dos padrões de qualidade e segurança exigidos em todas as etapas de fabricação de medicamentos.

Num processo de votação iniciado em fevereiro, as indústrias farmacêuticas apontaram os melhores fornecedores em 27 categorias, enquadradas em quatro grandes classes: Máquinas e Equipamentos; Prestadores de Serviço; Matérias-primas; e Material de Embalagem.

Cada empresa votou uma única vez em dois fornecedores em cada categoria. Os três primeiros colocados em cada categoria foram auditados pela Comissão Julgadora do Prêmio. A classificação final resultou da ponderação das notas das indústrias farmacêuticas e da Comissão Julgadora. A apuração dos votos foi validada pela Fundação Instituto de Pesquisas Farmacêuticas da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (FIPFARMA).

O Prêmio Sindusfarma de Qualidade é coordenado por Jair Calixto, gerente de Boas Práticas e Auditorias Farmacêuticas do Sindusfarma. Entidades representativas da indústria farmacêutica em seis Estados colaboraram com a premiação deste ano: Sindifar (Rio Grande do Sul), Sindifargo (Goiás), Sindusfarq (Minas Gerais), Sinfacope (Pernambuco), Sinquifar-JF (Juiz de Fora-MG), Sinquifarma (Pará) e SindQuímica (Ceará).

SHOW

A apresentação do cantor e compositor Frejat e sua banda encerrou a cerimônia do Prêmio Sindusfarma de Qualidade 2013.

Fontes: Snif Brasil e IDVF



Deixe uma resposta