Busca pela fidelização é objetivo da Rede Líder Saúde

 

rede líder saúde
Rede Líder Saúde busca  proporcionar a satisfação aos clientes, aperfeiçoando serviços, e manter a comunicação aberta e transparente

Publicado em 21/09/2016

A Rede Líder Saúde surgiu do espírito empreendedor de Ronaldo Silva, que viu a necessidade de uma drogaria forte na cidade de Varginha, em 1987. Oferecendo medicamentos e produtos que atendessem à necessidade dos varginhenses e com pensamento inovador, a Droga Líder decidiu compartilhar seus melhores recursos, passando a atuar no mercado de franquias e tornando-se a rede Líder Saúde.

Atualmente, está presente em mais de 20 cidades de Minas Gerais, oferecendo aos franqueados as melhores condições de compra, capacitação e melhoria do rendimento de seus negócios, por meio de soluções inovadoras e agregadoras de valor. Para entender melhor as estratégias que a Rede Líder Saúde está traçando para o futuro, conversamos com o diretor Ricardo Carvalho Silva.

1 – Quais os diferenciais que possibilitam o sucesso da Rede Líder Saúde?

Orientamos o franqueado desde a assinatura do contrato até a gestão do dia a dia do seu negócio. A franqueadora oferece total suporte aos membros da rede; todos contam com uma marca reconhecida e com credibilidade no Sul de Minas. Além disso, se tem suporte de marketing – auxiliando no projeto de identidade visual –, suporte na montagem e abertura da loja, assistência na inauguração e assessoria e planejamento de ações ao longo do ano.

Oferecemos treinamento inicial em Varginha e, quando necessário, na drogaria do franqueado e suporte periódico. Além disso, temos parceria com a melhor rede de cartões e recarga de telefonia pré-paga; acompanhamento do desempenho do franqueado; cadastro das drogarias nos PBMs e mantemos diversas parcerias com distribuidoras, linhas de genéricos e OL.

2 – Como é o momento do mercado farmacêutico no seu ponto de vista?

Observamos que as drogarias estão no caminho inverso, comparado a lojas de outros segmentos. Muitos estabelecimentos estão fechando, enquanto as drogarias se mantêm no mercado. No geral, nesse ano, nossas lojas tiveram um aumento de 15% nas vendas. Podemos atribuir esse resultado favorável aos preços, pois o setor conseguiu driblar a alta do dólar e manter a maioria dos preços dos produtos aos clientes.

3 – Quais os diferenciais na gestão dessas farmácias?

Os principais são os franqueados se identificarem com o ramo e sua forma de atuação, acreditar na nossa marca, lutar para vencer os concorrentes, colaborar com a franqueadora nas soluções de problemas e ajudar na busca por melhorias.

4 – Quais devem ser as prioridades de uma drogaria: preço, estratégia, promoção, produtos?

Deve-se priorizar esses quatro fatores, pois são determinantes para o sucesso. Precisamos ter o produto desejado pelos clientes por um preço que proporcione um lucro satisfatório e ainda agrade o consumidor. Para que tudo aconteça, é necessária uma estratégia para estar bem localizado e realizar promoções que incentivem pessoas a comprar o que queremos vender.

5 – Por que vocês procuraram o associativismo?

A procura pelo associativismo, mais especificamente a Febrafar, se deu por querermos apresentar um novo formato para a rede, visando maiores benefícios econômicos e proporcionando alternativas que nos ajudem a oferecer produtos em condições mais vantajosas para nossos clientes.

6 – Qual a importância da parceria com a Febrafar?

Podemos citar várias, mas destacamos o contato constante com outros associados, possibilitando a troca de informações e experiência. Ponto fundamental também são as parcerias que são fechadas por intermédio da Febrafar, que possibilitam melhores negociações para todos.

7 – O que pensam para o futuro?

Temos por objetivo atingir 100% da nossa missão, que é proporcionar a satisfação aos clientes, por meio do contínuo aperfeiçoamento dos serviços, e manter a comunicação aberta e transparente, promovendo relações comerciais saudáveis e duradouras.

8 – Como pensam atingir essas metas?

Buscamos focar em fidelizar nossos clientes, criando ações de marketing de relacionamento, que se baseiam na interação dos funcionários com os consumidores. Uma das ações será registrar os contatos feitos pelo cliente e armazenar ao seu histórico de compras. Com essas informações em mãos, vamos estabelecer um canal de comunicação com o cliente, oferecendo produtos, serviços e promoções de maneira personalizada.



Deixe uma resposta