Sanofi consolida distribuição no Brasil

sanofi
Novo desenho logístico da Sanofi considera o uso de um CD exclusivo em Guarulhos com 36 mil m², o maior operado pela DHL no Brasil na área de saúde  

Publicado em 06/12/2016

As novas instalações começaram a operar em setembro de 2015 e atingiram sua capacidade plena de funcionamento em janeiro de 2016. A cidade de Guarulhos foi o local escolhido dada sua proximidade com as plantas industriais da Sanofi, de grandes centros consumidores e dos principais hubs logísticos do País (Aeroporto, Porto de Santos e principais estradas).

De acordo com Javier Bilbao, presidente da DHL Supply Chain no Brasil, “o objetivo deste projeto foi simplificar e potencializar as operações de armazenagem e a malha de distribuição da Sanofi no Brasil. Consolidar essas operações em um único CD possibilitou a captura de muitas sinergias e a racionalização de todo o processo”.
De acordo com Rodrigo Alponti, diretor de Supply Chain da Sanofi no Brasil, a unificação permitiu maior eficiência nas entregas dos produtos aos distribuidores e, consequentemente, aos pontos de venda e ao paciente. “Antes deste projeto, a Sanofi e a Medley tinham operações logísticas independentes, mas compartilhavam cerca de 70% dos clientes”, diz Alponti. Segundo ele, o projeto se encaixa na estratégia global da Sanofi de fortalecer a presença nos mercados emergentes.

Com 36 mil m² de área de armazenagem totalmente climatizada e com quase 50 mil posições pallets, o Centro de Distribuição de Guarulhos aumentou a capacidade diária de expedição, com destaque para o atendimento dos processos de cadeia fria, garantindo rapidez, qualidade e segurança nas atividades. O processo desenhado pela DHL funciona da seguinte forma:

A experiência da DHL foi fundamental no desenho do novo Centro de Distribuição e no redesenho dos processos, bem como na escolha dos equipamentos mais adequados para esta operação. Outra boa prática adotada neste CD foram os testes operacionais prévios e a análise de riscos envolvidos, o que conferiu mais segurança e solidez a toda operação.

“Produtos de saúde de forma geral são muito delicados. Temos que garantir sua integridade para o consumidor final, mas sem comprometer o custo da operação. Esse foi nosso desafio neste projeto. No Centro de Distribuição de Guarulhos, aplicamos as tecnologias mais modernas e as melhores práticas na distribuição e armazenagem de produtos farmacêuticos, já conquistando bons resultados”, ressalta Javier.

Segundo dados da Sanofi, a unificação da distribuição dos produtos diminuiu os custos operacionais em 30%. O software de pedidos da Sanofi, que ajusta e distribui os pedidos em caixas fechadas para seus clientes finais, reduziu em 35% a incidência de avarias nas embalagens.

Com informações da DFreire Comunicação e Negócios



Deixe uma resposta