Distribuidoras de medicamentos crescem 18% em 2015

logistica distribuição centro de distribuição

Publicado 05/02/2016

As empresas distribuidoras de medicamentos faturaram 18% a mais em 2015 na comparação com o ano anterior –um total de R$ 11,6 bilhões, segundo dados do IMS Health e da Abradilan (associação que representa o segmento).

No ano passado, foram comercializadas cerca de 700 milhões de unidades de medicação em todo o país, resultado 10,5% maior que o registrado em 2014.

O número reflete o consumo das pequenas e médias redes de farmácias, atendidas pelas empresas distribuidoras de remédios –elas representam cerca de 79% de todo o mercado nacional.

Mesmo destoante do atual cenário de redução de consumo, o crescimento obtido pelo setor no ano passado ficou dentro do esperado, na avaliação de Geraldo Monteiro, executivo da Abradilan.

“Ainda que as demissões tenham aumentado, muitas pessoas no fim de 2015 estavam cobertas pelo plano de saúde das empresas. Apesar de ser de primeira necessidade, o setor depende de estabilidade para contar com o consumidor que se previne.”

Ainda no fim de 2015, as operadoras de saúde já tinham registrado encolhimento em suas margens de lucro.

Neste ano, o quadro deve mudar, e as previsões para o setor são mais austeras.

“Se registrarmos um aumento de receita de 10% a 15%, já vai estar de ótimo tamanho, sobretudo se compararmos esse número às perspectivas de retração do PIB.”

Fonte: Folha de S. Paulo

Foto: iStock



Deixe uma resposta