Farmacêuticas internacionais podem fazer proposta para o Aché

Da Redação

Empresas farmacêuticas internacionais estão considerando fazer uma proposta pela Aché, uma das maiores fabricantes de medicamentos do Brasil, em um negócio estimado em bilhões de dólares, disseram fontes envolvidas no processo.

De capital fechado, o Aché poderia atrair uma série de laboratórios que procuram aumentar sua presença na América Latina – uma região que está no radar dos grandes grupos farmacêuticos que buscam novos mercados para compensar vendas tépidas em países desenvolvidos.

Fontes disseram que o braço brasileiro do banco de investimentos Lazard foi contratado por acionistas do Aché para avaliar a venda do laboratório nacional – e diversos grupos da Europa e dos Estados Unidos demonstraram interesse.

Há indícios de que duas das três famílias que controlam o laboratório Aché possui interesse nas propostas de aquisição pelos grupos estrangeiros, mas ainda não está claro se a venda será realmente concluída.

Fonte: Exame



Deixe uma resposta