Farmarcas objetiva se tornar 4º maior grupo econômico do varejo farmacêutico do país

Atingindo um expressivo crescimento em 2017, a Farmarcas estabeleceu metas ainda mais ambiciosas para 2018, buscando se tornar 4º maior grupo econômico do varejo farmacêutico nacional, com faturamento acima R$ 2 bilhões para o período. Outra meta para ser atingida será a de mil lojas em 2019.

“Estamos cada vez mais preparados para o crescimento, sendo que todo nosso planejamento está alinhado com nossa missão que é potencializar a gestão estratégica de redes associativistas e/ou agrupamentos farmacêuticos administradas por nós. Por isso preparamos uma grande quantidade de ações para o próximo ano, que são bastante arrojadas “, explica o presidente da Farmarcas, Edison Tamascia.

A comprovação de que essas metas são viáveis são os números referentes à 2017, que projetam que a rede finalize o ano com 715 lojas em todo o país. O dado é impressionante sendo que apenas neste período foram abertas 181 lojas, um crescimento de 34%.

Os números ficam ainda mais positivos se for considerado o crescimento do faturamento, que já é projetado para aproximadamente 50% para o ano, em comparação com 2016. Para se ter ideia apenas, nos nove primeiros meses de 2017 o faturamento já ultrapassou R$ 1 bilhão, devendo finalizar o ano um pouco abaixo de R$1,5 bilhão.

“Para nós, mais importante do que abrir novas lojas é que todas as que fazem parte do agrupamento se mostrem rentáveis, pois objetivamos um crescimento sustentável. Para tanto, valorizamos muito a capacitação profissional, exemplo é que em 2017, nosso Programa de Capacitação de Líderes, treinou 202 pessoas, representando, 30% dos proprietários e 42% das lojas”, explica o diretor geral Paulo O. Costa.

Porém, os investimentos vão muito além da capacitação. “Estamos investindo intensamente no marketing das redes que administramos oferecendo constantemente ferramentas e materiais que possibilitem que os empresários associados possam fazer frente à sua concorrência local em nível de igualdade com qualquer outro grande player do mercado” detalha Ângelo Vieira, diretor operacional.

Exemplos disso são os aplicativos do programa de fidelidade das redes que possuem mais de dois milhões de usuários cadastrados e também o sistema de elaboração online de encarte de ofertas que permitem que os empresários possam construir seus materiais de divulgação de forma muito mais assertiva. “Nosso esforço de comunicação online também já está apresentando resultados excelentes em termos de visibilidade para as marcas e da relevância do nosso conteúdo sobre gestão estratégica do varejo farmacêutico” completa.