Confiança do mercado proporciona à Febrafar atingir cem sócias honorárias

PEC
O crescimento no número de sócias honorárias da Febrafar acontece muito em função dos resultados obtidos por todos que participam do modelo desenvolvido

Publicado em 14/09/2016

A Febrafar atingiu a impressionante marca de cem sócias honorárias, no início do mês de setembro, mostrando a confiança conquistada e os benefícios que proporciona a toda a cadeia relacionada ao mercado farmacêutico. O número foi atingido com a assinatura de parceria com a Merck Sharp & Dohme (MSD do Brasil).

O crescimento no número de sócias honorárias acontece muito em função dos resultados obtidos por todos que participam do modelo associativista desenvolvido pela Federação, assim, as redes associadas encontram maior facilidade de contato com os fornecedores que, por sua vez, podem oferecer estratégias diferenciadas de negociações, além de uma visibilidade diferenciada.

Para a Febrafar, o crescimento das sócias honorárias é a garantia de que os rumos corretos estão sendo tomados, já que demonstra que o mercado está alinhado com os benefícios que o associativismo proporciona.

“O que observamos é que no início tínhamos um trabalho muito maior junto aos fornecedores para fecharmos parcerias, hoje o procedimento se tornou muito mais simples, pois as empresas já sabem da importância da Febrafar e como oferecemos ótimos resultados nos procuram para parcerias”, explica Mari Joyce Mattos, gerente comercial da Febrafar.

As sócias honorárias são fornecedores do mercado farma (indústria, distribuidoras e prestadoras de serviços), que fecham contrato com a Federação visando estimular o desenvolvimento do associativismo moderno praticado, além de obter como benefício uma serie de facilitadores na hora de negociar com as redes.

“Ponto importante é que não buscamos interferir nas negociações entre as redes associadas e as sócias honorárias, apenas buscamos deixar um campo fértil para que estabeleçam os negócios, sem contar que sempre desenvolvemos eventos que proporcionam uma proximidade e troca. Os resultados? Pode-se dizer que se estabelece uma corrente do bem, onde todos são beneficiados”, explica Ney Henrique, diretor operacional.

Contudo, a obtenção de um número tão expressivo de parcerias apenas reforça a necessidade de um comprometimento cada vez maior da federação. “Sempre buscamos fazer melhor o que já se faz bem, assim, sabemos que estamos no caminho certo, mas ainda temos muito a trilhar. Hoje são claros os benefícios oferecidos pelo associativismos e esses podem ser usufruídos por um número muito maior de redes de farmácias e fornecedores”, finaliza Edison Tamascia, presidente da Febrafar.

Com informações da Assessoria de Comunicação Febrafar



Deixe uma resposta