Ministério da Saúde desmente mensagem sobre proibição de medicamentos

celular-300x187

Publicado 27/08/2015

Uma mensagem sobre a proibição de diversos medicamentos com a substância fenilpropanolamina está sendo compartilhada nas redes sociais e WhatsApp. O texto lista 22 medicamentos, a maioria antigripais, que possuem o princípio ativo que, segundo o alerta, pode causar efeitos colaterais, como hemorragia.

A mensagem ainda afirma que os únicos casos relatados sobre os efeitos adversos aconteceram nos Estados Unidos e que a suspensão da venda no Brasil é em caráter apenas preventivo.

O Ministério da Saúde confirmou que a substância foi retirada do mercado brasileiro, mas alertou que a proibição aconteceu no ano de 2000. A medida foi oficializada com a Resolução RDC nº 96 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), datada de 8 de novembro de 2000, que indica a suspensão “a fabricação, a manipulação, a distribuição, a comercialização e a dispensação dos medicamentos que contenham em sua fórmula, isolada ou associada, a substância fenilpropanolamina e seus sais”.

Fonte: Globo Online

Foto: Freepik



Deixe uma resposta