Prati-Donaduzzi investe na fabricação de medicamentos fracionados

Da Redação

A indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi, de Toledo (PR), apoia e contribui para tornar realidade o acesso à medicamentos fracionados no Brasil. Ao investir nesta ideia, a farmacêutica demonstra sua preocupação em reduzir os casos de automedicação, os efeitos adversos e intoxicações decorrentes do consumo de medicamentos em excesso, já que o paciente poderá adquirir exatamente a quantidade prescrita pelo médico.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabeleceu condições técnicas e operacionais necessárias para a realização adequada dessa atividade e sua Regulamentação garante a qualidade e a segurança aos produtos fracionados.

O diretor de Comercial da Prati-Donaduzzi, Eder Maffissoni, frisa que os medicamentos fracionados da empresa, assim como toda sua linha, têm qualidade e segurança garantida, com a especial condição de estarem acondicionados em uma embalagem especialmente desenvolvida, com todas as informações e orientações necessárias para o consumo consciente.

“Com isso, o paciente também evita tomar medicamentos vencidos, que podem não fazer o efeito esperado”. O executivo ressalta ainda que ao consumir medicamentos fracionáveis a população evita poluir o meio ambiente, com o descarte inadequado das ‘sobras’ em lixo comum.

Para obter mais informações sobre esta ação da indústria farmacêutica paranaense Prati-Donaduzzi, além de seu portfolio de produtos e serviços, acesse o site www.pratidonaduzzi.com.br

Fonte: Assessoria Prati-Donaduzzi



Deixe uma resposta