Vendas no varejo superam estimativas e crescem 0,8% em janeiro

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (13) que as vendas no comércio varejista no Brasil apresentaram expansão de 0,8% no mês de janeiro, acima das estimativas dos economistas de mercado, que previam crescimento de apenas 0,4%.

Na comparação com janeiro de 2014, o crescimento do varejo restrito foi de 0,6%; e no acumulado de doze meses, 1,8%. A receita nominal do setor apresentou elevação de 1,3% em janeiro, sendo que a alta no acumulado de doze meses alcançou 8%.

De acordo com o economista da Fundação Perseu Abramo, Guilherme Mello, a ampliação das vendas no varejo e da produção industrial no mês de janeiro prenuncia que o primeiro mês de 2015 não apresentará a esperada recessão, que deve ocorrer apenas ao longo dos meses posteriores do primeiro semestre.

“Mesmo crescendo, o fato é que o acumulado em doze meses do indicador de varejo restrito apresenta desaceleração frente à média dos últimos anos, o que indica uma acomodação do consumo e da demanda, afetando o resultado do Produto Interno Bruto (PIB), já que a demanda interna tem sido o principal fator de contribuição positiva para seu crescimento”, explica o economista.

Fonte: Fundação Perseu Abramo



Deixe uma resposta